Hoje quando falamos em sistemas operacionais para smartphones o que logo vem a mente é iOS e Android, além de outros, mas dentre os dois fica a pergunta, qual deles é o mais seguro?

Quem se propôs a responder esta pergunta foi Sergey Golovanov, um pesquisador de Malware da empresa Kaspersky Lab de Moscou.

Segundo Sergey, essa política da Apple em manter seu sistema para funcionar apenas com seus dispositivos, traz segurança a seus usuários, afinal, ela produz o seu sistema operacional de acordo com seu hardware.

E isso faz sentido, pois como ela detém todas as informações, caso seja descoberta brechas no software ou hardware, fica mais fácil contornar esses problemas fechando ou dificultando a invasão de seu sistema, um exemplo bem conhecido é o Jailbreak, quem acompanha constantemente as novidades, sabe que a Apple vem desde a primeira versão do iOS lutando contra isso, ela ainda não conseguiu vencer esta guerra, mas já conseguiu com atualizações de hardware e software, dificultar por alguns meses a ação dos hackers responsáveis pelo jailbreak.

Mas Sergey deixa claro que o fato do iOS ser mais seguro, não significa que ele esteja imune.

Ele afirma ainda, que os hackers que buscam o jailbreak, não são os mesmos que procuram falhas para espalhar seus malwares, mas quando um usuário faz o jailbreak em seu aparelho, ele acaba abrindo uma porta para os espertinhos de plantão.

Pra quem não se lembra, no ano passado, houve uma grande quantidade de aparelhos jailbroken, que foram infectados pelo worm “Ikee”, este worm simplesmente redirecionava todos os clientes de um banco da Europa, para uma página falsa, onde os hackers roubavam as informações bancarias de quem acessava.

Voltando ao Android, Sergey afirma que o sistema Android tem sido o alvo favorito dos hackers desde agosto do ano passado, quando foi detectado o primeiro trojan no sistema.

Uma pesquisa da Juniper Networks, afirma que o trafego de malwares na plataforma Android, cresceu mais de 400% dentre Junho de 2010 á Janeiro de 2011, já a Lookout Mobile Security relatou um salto de 250% em malwares em smartphones de janeiro a junho de 2011.

De acordo com Kaspersky, ao todo, a parcela do Android baseado em programas maliciosos entre todos os malwares móveis é mais de 46%, e vem crescendo rapidamente.

Em setembro, o número de malware recém-descoberto para dispositivos que executam o sistema operacional Android, cresceu mais de 30% e no mês passado, subiu para 34%, nestes dados estão inclusos malwares em apps legítimos e apps falsos distribuídos através do Android Marketplace.

Além de roubar dados pessoais, alguns malwares faz o envio de textos e outros fazem até chamadas para números desconhecidos, mas o foco principal da maioria é a obtenção de informações bancária do usuário.

A matéria ainda vai longe, e mostra inclusive uma estatística de crescimento dos malwares mais conhecidos, portanto, quem se interessou pelo assunto, pode conferir a matéria na integra , sem resumo e sem minha opinião inclusa através do site da Forbes.

Pra finalizar, usuários de Android cuidado com o que baixa e cuidado com o que acessa e os usuários do iOS também tem que tomar cuidado.

T+

Montagem da imagem feita por RTC e as imagens usadas na montagem fora encontradas na internet…