Bem quem acompanha o blog, certamente já viu nosso off-topic sobre o processo da Sony sobre Geohot.

O minissérie que já virou novela, a cada capitulo traz fortes emoções…

Desde o inicio da novela, podemos perceber que a Sony não concorda com o ditado: “Se não pode contra eles, junte-se a eles.”, pois bem, no capitulo de hoje você verá que a Sony criou seu próprio ditado: “Se não pode contra eles, junte eles a sua equipe.”

A imagem acima é o e-mail que o hacker Koushik Dutta recebeu da Sony na semana passada com uma proposta de emprego, mas apesar da proposta ser tentadora, o hacker rejeitou a proposta alegando não aceitar a forma como a empresa tem tratado Geohot.

Para quem não sabe, Koushik Dutta foi o primeiro hacker a rodar a distribuição linux Unbuntu no Motorola Xoom.

Logo que Geohot fez o jailbreak no PS3, Dutta soltou um tweet para a Microsoft, Sony e Nintendo dizendo:

“Se você quer que seu próximo console seja seguro, entre em contato comigo. Qualquer um de vocês três. Seria divertido estar do outro lado”

Só que isso foi antes da Sony processar Geohot e com certeza o ego da Sony ficou muito ferido com esta atitude do hacker, mas não serviu de lição, pois o Juiz acatou mais uma solicitação da Sony, que autoriza a empresa a ter acesso a documentos para identificar a origem das doações recebidas pela conta PayPal “geohot@gmail.com” dentro do período de 01 de janeiro de 2009 a 01 de fevereiro de 2011.

Segundo o GadgetsDNA, com estas informações a Sony vai tentar manter o caso no tribunal de São Francisco que fica próximo de sua sede, evitando que Geohot tente levar o processo para outro tribunal onde possa ter mais influencias.

Creio que faz sentido a afirmação do GadgetsDNA, pois nos EUA é comum a decisão ser feita por juri popular, e talvez seja esse o medo da Sony.

De qualquer forma, tome cuidado, se você fez alguma doação a Geohot, a Sony pode estar de olho em você 😯

Créditos: In-Game / GadgetsDNA