Não é uma notícia que mudará a sua vida, mas serve para os que emprestam seus aparelhos aos mais desavisados. A Apple está implementando nas AppStores do mundo gradativamente um pop-up adicional que aparecerá no momento da compra de um aplicativo, como o que pode ser visto abaixo, para confirmar se você realmente deseja realizar a compra.

Parece que algumas pessoas estavam comprando aplicativos “sem querer” e depois pedindo o reembolso para a Apple, e este pop-up pode acabar com este problema. O intuito é que esta notificação apareça a cada compra que for feita, eliminando significativamente a possibilidade de uma compra descuidada e sem intenção. Se você tem um aparelho que roda na mão de várias pessoas, saiba que além desta notificação adicional, você pode usar as restrições nativas do próprio OS para impedir a compra de aplicativos ou mesmo de In-App purchases. Para isso, basta ir em Ajustes/Geral e procurar por restrições, como na imagem abaixo:

Ao ativar, o aparelho pedirá para você inserir um código, que será utilizado caso você queira realizar mudanças nos ajustes das restrições no futuro.

A partir daí, aparecerão os ítens que você pode restringir no aparelho. A imagem abaixo, por exemplo, mostra que todas as funções estão habilitadas.

Caso queira desativar a instalação de aplicativos e a possibilidade de efetuar qualquer compra dentro dos mesmos, basta alterar os respectivos “switches”, como na figura.

E pronto! Você estará livre de receber uma fatura do cartão de crédito cheia de coisas que não comprou, porque aquele amigo curioso, ou parente desavisado abusado quis comprar algo novo dentro de um app ou baixar aquele aplicativo para testar da AppStore sem perguntar para você. E não penserm que isso não pode acontecer. Esses dias, correu o mundo a notícia de uma menina de 3 anos, na Austrália, que comprou cerca de 50 dólares em aplicativos no iPad da mãe sem querer. Porque ela não tinha ativado as restrições ao dar o aparelho para a filha brincar (cli6que aqui para a matéria completa, em inglês). Então, é sempre bom previnir.