Quem acha que a iTunes/App Store serve para encher ainda mais os bolsos da Apple, pode começar a re-pensar essa idéia. Claro que a empresa ainda ganha um bom dinheiro com seus downloads, mas uma boa parcela também vai embora com os gastos da loja.

Steve Jobs mostrou no evento dos iPods que cerca de 450 milhões de séries, 100 milhões de filmes, 35 milhões de livros e 12 bilhões de músicas foram baixados. São números bem altos e ainda não foram contados a quantidade de apps baixados.

Apesar de ter cerca de 160 milhões de usuários com cartões de crédito registrados mundialmente a loja do iTunes tem um custo operacional estimado em US$ 75 milhões mensais. Um salto de quase 30 milhões de dólares devido ao crescimento da plataforma e do setor, de acordo com o site Asymco.

O tamanho deste gasto pode ter impactado na decisão da empresa em não oferecer o tão-sonhado iTunes na nuvem, acessado por streaming. Isso certamente elevaria ainda mais os custos com servidores, etc.

Com base nessas informações podemos acreditar que essa função pode ainda não ser interessante para a Apple.