De acordo com uma analise feita pela iSuppli, o iPad de 16GB só com Wi-Fi que sairá por 500 dólares nos EUA não custa menos que a metade disso para a Apple.

Já o iPad 3G de 64GB, a Apple chega a quase 500 dólares de lucro.

Confira abaixo a tabela com todos os preços descriminados:

Da tabela acima, um iPad custa em média US$282,83 para ser fabricado: US$268,68 para os modelos sem 3G, e US$296,98 para os que têm. A peça mais cara é, claro, a tela  multitoque de 9,7 polegadas — exceto no modelo de 64GB, onde a memória flash corresponde a mais de um terço do custo total. Os modelos com 3G custam, para a Apple, 27,10 dólares a mais que os modelos correspondentes só com Wi-Fi.

Isso sem dúvida será atualizado quando a iSuppli e outros conseguirem fazer uma análise de custo do produto real, mas estas margens de lucro estimadas impressionam, particularmente nos modelos mais avançados.

A iSuppli também diz que as versões de 32GB do iPad custam só 30 dólares a mais que as versões correspondentes de 16GB, mas são vendidas por 100 dólares a mais.

Claro, a análise não considera custos de pesquisa e desenvolvimento, software, royalties e licenças. Mas isso explica bastante o porquê de a Apple estar disposta a ser flexível nos preços.

Com estas informações o rumor sobre a possibilidade do iPad ficar ainda mais barato pode ser realmente uma grande estratégia da Apple caso ele não obtenha o sucesso esperado.

Mas, ainda é cedo para confiarmos nessas “deduções” o melhor é aguardar.

T+

Fonte: GIZMODO BR