Um jornal Britânico divulgou uma noticia sobre a explosão de um iPod touch e da forma com que a Apple se comportou para comprar o silencio dos intervenientes.

p5ipod_385x185_596820a

No mes passado o leitor de midia da Apple de uma menina de 11 anos começou a fazer um som estranho e o pai apercebendo-se do super aquecimento do dispositivo lançou-o pela porta dos fundos da sua casa. Foi necessário apenas cerca de 30 segundos para o aparelho explodir e até saltar alguns metros no ar.

O pai da menina Stanborough, procurou reembolso e foi a loja onde tinha adquirido o iPod Touch que o encaminhou a vários departamentos da Apple até que por fim falou ao telefone com um executivo da empresa de Cupertino.

Como resultado da conversa, a maça enviou uma carta em que dizia que caso aceitasse o dinheiro “concordaria em manter os termos e a existência do acordo completamente confidenciais” e que qualquer desrespeito “poderia resultar na Apple buscando indemnizações e custas legais contra a pessoa ou as partes faltosas”.

Stan obviamente não aceitou e dado o teor do conteúdo da carta tão agressivo, decidiu que o mundo deveria saber deste caso e divulgou aos meios de comunicação.

Fonte: Atulo