A Apple parece realmente estar disposta a investir contra o jailbreak. Pela primeira vez desde que lançou o iPhone, a empresa inclui em seu site uma referência à modificações no OS. Até então o assunto era considerado tabu, sendo completamente ignorado nas comunicações com o consumidor.

applesuport

A página publicada hoje alerta que modificações não autorizadas do iPhone OS são a maior causa de instabilidades, interrupção de serviços e outros problemas dos aparelhos.

“Alguns consumidores não entenderam o risco de instalar softwares que fazem modificações não autorizadas no iPhone OS (”jailbreaking”) em seu iPhone ou iPod touch. Usuários que fizeram tais modificações encontraram numerosos problemas em seu iPhone ou iPod touch hackeado“.

Ela ainda aponta as modificações como causas de instabilidade do aparelho e de aplicativos (travamentos e apps que fecham inesperadamente), interrupções em ligações, lentidão na conexão internet, incompatibilidade com alguns serviços como Visual Voice Mail, Youtube, Tempo e notificações push. O jail também deixa o aparelho com a segurança comprometida, além de prejudicar na duração da bateria, segundo a nota.

Por fim, ela ainda afirma que modificações não autorizadas podem comprometer a atualização do software (firmware), correndo o risco de deixar o aparelho permanentemente inoperável. Nesta última frase a intenção foi claramente apavorar o usuário.

A Apple está no direito dela de avisar seu consumidor que o jailbreak pode trazer problemas na performance do aparelho. Afinal, quando o push não funciona ou os aplicativos fecham sem razão, é a Apple e os desenvolvedores que são culpabilizados por isso.

Resta saber se ela irá ficar só neste ato ou mais atitudes virão para combater a personalização de seus aparelhos.

Retidado de: Blog do Iphone