As más noticias chegam depressa e a morte do engenheiro Chinês da Foxconn, responsável por 16 protótipos do iPhone de 4º geração correram o mundo em menos de um rastilho de pólvora. Como mencionamos em outro artigo o jovem terá cometido suicídio na semana seguinte de ter revelado aos seus superiores que um dos 16 aparelhos tinha desaparecido.

Também se constou que empregados da Foxconn (A fabricante de iPhones da Apple) teriam entrado ilegalmente na casa do jovem, na tentativa de encontrarem o aparelho escondido em alguma parte da habitação. Pelo meio Sun (o falecido) foi alvo de pressões e existem evidencias claras que este engenheiro tenha sido alvo de maus tratos fisicos por parte dos seus companheiros de trabalho. A Apple confirmou o suicidio e se expressou:

Estamos tristes pela perda trágica deste jovem empregado [Sun Danyong, de 25 anos] e estamos aguardando o resultado das investigações sobre sua morte”, afirmou a porta-voz da Apple, Kristin Huguet, à CNET News. “Nós exigimos que nossos fornecedores tratem todos os seus trabalhadores com dignidade e respeito.

Embora esta história esteja muito bem contada, acho um bocado estranho o jovem ter cometido o suicidio por causa das pressões que recebeu. Eu não descarto a hipotese de assasinio, porque mexer com gente grande em assuntos tão senciveis o caldo entorna.

Ainda para mais na China, dente por dente olho por olho!

Fonte: Atulo