Por favor, não leia somente o título e procure entender bem o problema.

O especialista de segurança Charlie Miller apontou uma séria falha de segurança no iPhone, que permitiria a hackers invadir o aparelho através de um código malicioso mandado por SMS, afirma o site britânico da revista Macworld.

Sem dar muitos detalhes devido a um acordo feito com a Apple (pois a divulgação da falha põe em risco os atuais usuários), Miller explica que uma vulnerabilidade na forma que o aparelho trata as mensagens de SMS permitiria que terceiros obtivessem a localização do aparelho via GPS, além de poder ativar o microfone para captar uma conversa e até mesmo transformar o celular em um botnet para ataques DoS, tudo isso sem o usuário nem se dar conta.

A afirmação é grave e a Apple já está trabalhando em um patch para arrumar o defeito, a ser lançado ainda no mês de julho.

Apesar desta vulnerabilidade com o SMS, o especialista afirma que a versão do OS X, presente nos iPhones e iPods touch, é um sistema particularmente sólido e mais seguro que a maioria de seus concorrentes. A falta de compatibilidade com Flash e Java oferece poucas brechas a hackers mal intencionados.

O fato não é motivo para pânico e nem tampouco para achar que o iPhone não é mais seguro. Ele continua sendo um dos mais seguros do mercado e nenhum caso efetivo de invasão foi até agora constatado.

ATUALIZAÇÃO: realmente pelo que parece, a falha atinge mesmo todos os atuais modelos do iPhone, inclusive o 3G e o Classic. Por ser um problema de software, a Apple procura arrumar a falha o mais rápido possível.

Crédito: Blog do iPhone

Com o andar da carroagem é bem provável que este problema seja solucionado no FW 3.1 😉